Aprender a nadar, 2020

Certa vez minha avó nadou tão longe mar adentro que a demos por morta. Algumas horas depois apareceu em um barquinho, acompanhada de dois pescadores: “encontramos essa senhora perdida algumas ilhas pra lá”. Certa vez minha avó nadou tão longe que atravessou ilhas. Aos três anos de idade, meu pai me ensinou a nadar. Minha avó me ensinou a boiar e a dar umas braçadas mais compridas.